Modos de Ver

Foto Cristina Cnciarelli

Fotógrafos compartilham conhecimento artístico conceitual em Modos de Ver, o mais novo projeto da Casa da Photographia

Seguindo a missão de valorizar a produção simultânea à reflexão sobre o ato fotográfico, a escola e produtora cultural Casa da Photographia criou o projeto Modos de Ver, sob a coordenação dos fotógrafos Marcelo Reis. O projeto possibilitará o contato direto do fotógrafo com outros profissionais da área, estudantes e pessoas interessadas em artes visuais, podendo, dessa forma, compartilhar sua experiência, técnica e estilo fotográfico.

O Modos de Ver será dividido em três encontros consecutivos mensais (outubro, novembro e dezembro de 2008) e contará com a parceria do Palacete das Artes, onde serão realizados todos os encontros. No primeiro, o artista convidado exibirá seu trabalho e falará do seu processo de criação. No segundo encontro, os participantes, juntamente com o fotógrafo, sairão a campo para um local em Salvador ou região circunvizinha e, por fim, no terceiro encontro, o fotógrafo fará observações sobre o trabalho produzido durante a saída fotográfica.

Em outubro, para abrir a programação, o convidado será o fotógrafo japonês, radicado na Bahia, Hirosuke Kitamura. Continuando o projeto, em novembro o encontro será com a fotógrafa baiana do Jornal A Tarde, Margarida Neide. Em dezembro será a vez da fotógrafa italiana, radicada em Boipeba, Cristina Cenciarelli.

O Modos de Ver oferecerá ao participante a oportunidade de conhecer o trabalho dos fotógrafos convidados e experimentar novos olhares. Dessa forma, ele poderá absorver a sensibilidade e técnica bem apuradas dos artistas tanto através da análise conceitual quanto no auge da prática fotográfica.

Parcerias

Depois da parceria com a Pinacoteca do Estado de São Paulo, a Casa da Photographia, prestes a completar 12 anos de trabalho, celebra mais duas importantes alianças a fim de continuar oferecendo à Bahia o melhor da fotografia. Para estrear o Modos de Ver, o mais novo projeto da instituição, a Casa contará com o apoio do Palacete das Artes, mansão construída em 1912, escolhida a partir da proposta conjunta idealizada pela Pinacoteca do Estado de São Paulo e pelo Museu Rodin Paris e acatada pelo Governo do Estado da Bahia, para sediar o Museu Rodin Bahia. Outro parceiro do Modos de Ver é o Instituto Sacatar, uma entidade brasileira, sem fins lucrativos, que administra um programa de residência artística internacional, que, em 2009, trará para o projeto fotógrafos brasileiros e de outros países, todos residentes beneficiados pelo instituto.

Biografia dos artistas

Hirosuke Kitamura – Nascido no Japão em 1967, Kitamura começou a fotografar em 1995, dois anos depois de se mudar para o Brasil. Em 1997, obteve o primeiro lugar no Concurso Bahia de Todos os Ângulos, promovido pela Rede Bahia de Televisão. Para Mário Cravo, o fotógrafo japonês radicado na Bahia, possui um fazer fotográfico bem particular: “Poucos são os homens que trabalham em silêncio, que vão de encontro às raízes do substancial – independente de credo, de etnia, de partidarismo”. Ainda sobre o trabalho de Kitamura, o jornalista, escritor e roteirista Diógenes Moura, ao descrever as obras de Morte Cerebral de uma Cidade sem Lembranças, uma das exposições que fizeram parte da programação da 4ª edição do A Gosto da Fotografia – Festival Nacional, diz que as imagens captadas pelo fotógrafo “denotam uma fotografia ora surreal, ora como resultado da busca de uma identidade mais existencialista.”

Margarida Neide – Iniciando no fotojornalismo em 1982 no Correio da Bahia, a fotógrafa baiana passou a cobrir a pauta desportiva um pouco depois, no extinto Jornal da Bahia, sendo então a primeira mulher a registrar o futebol em Salvador. Passou ainda pela Tribuna da Bahia e hoje é contratada do Jornal A Tarde. Já ganhou alguns prêmios, entre eles o Racimec (prêmio nacional de jornalismo desportivo), além de ter participado de várias exposições coletivas e individuais. Paralelo às suas atividades em jornal, Margarida Neide ensinou fotografia no Senac por três anos, fez trabalhos temporários para assessorias de imprensa e desenvolveu trabalhos de estúdio, fotografando para o mercado publicitário.

Cristina Cenciarelli – Fotógrafa de publicidade, teatro e cinema, com trabalhos publicados em revistas italianas e estrangeiras, Cenciarelli é autora e curadora de várias publicações de fotos e de textos. Em Boipeba, onde mora há seis anos, a fotógrafa italiana é co-fundadora, junto com nativos da ilha, da Associação Luz Cultural de Boipeba e da Biblioteca de Boipeba.

Coordenação
Marceo Reis

Realização:
Casa da Photographia

Site:
http://www.casadaphotographia.art.br

Anúncios